Hosteis brasileiros que trocam hospedagem por trabalho

Se você é assim como eu, apaixonad@ por viagens mas nem sempre tem grana pra viajar, seus problemas acabaram, agora você só não viaja se não quiser.

Hoje em dia a maneira alternativa de viajar está se tornando cada vez mais comum, sempre buscando melhores maneiras que viajar, ou de se hospedar em algum local gastando o mínimo possível, e sabemos que isso nem sempre é fácil, principalmente quando se trata de BRASIL, mas não vamos desistir, vasculhando as redes, descobri hosteis que fazem o “intercâmbio de trabalho” ou seja, eles trocam hospedagem e alimentação, por trabalhos dentro do estabelecimento! Se você é do tipo de pessoa que não tem problema em por a mão na massa, então essa dica sem dúvida vai ajudar você nas próximas viagens! Se liga só.

1. Sítio Passarim – Mato Grosso do Sul

O hostel sulista trabalha com bioconstrução dentro da sua vasta área verde, e eles trocam serviços na bioconstruição das 8h às 12h00 por alimentação e hospedagem e depois o horário é livre para explorar o local, e seus rios doces.

12347691_1221324961215306_4998064935091538711_n
Sitio Passarim

 

 

 

Serviço

Onde: Mato Grosso Do Sul

Tel: WhatsApp: (67) 9616-6043

Facebook: facebook.com/PousadaPassarim

 

2. Floripa Surf Hostel – Florianópolis

Hostel fica a 200 m da praia do campeche, o hostel oferece 6 dias de almoço free, lavanderia, bike e pranchas de surf tbm é gratuito, o hostel troca hospedagem e alimentação, por trabalho como recepção no local.

gabrielvaralla2015GUEL-8356_640x424
Floripa Surf Hostel

Serviço

Onde: Floripa

Tel: (48) 3236.0652 / 8418.1628

Contato: floripasurfhostel.com/contato

 

3. Porto Backpackers – Porto de Galinhas

Próximo a  praia de Ipojuca, o pequeno hostel tem infraestrutura simples, mas oferece o básico que todo o viajante precisa. O trabalho necessário, no geral, inclui serviços de limpeza e recepção, onde o hóspede atende ligações, ajuda nos check-ins e check outs, além de responder questões gerais dos visitantes. São quatro horas por dia, sendo uma folga por semana.

379225_335269659912220_231036990_n

 

Serviço

Onde: Porto de galinhas

Tel: (081) 3552-2775

Facebook: facebook.com/PortoBackpackers

 

4. Purple House Hostel – São Paulo

Em nossa querida cidade, este hostel tem como objetivo fazer com que todos se sintam em casa. O trabalho de 40 horas semanais inclui três dias de folga e exige inglês intermediário. As vagas são para promotor de festas, administração, limpeza e recepção.

 

531842_559255167466660_1014773829_n
Hostel Purple House

Serviço

Onde: Vila Mariana

Tel: (011) 3562-1008

Facebook: facebook.com/purplehousehostelbr

 

5. Pousada Jacarandá em Trancoso – Brasil

Pousada com além de bungalows com varanda e rede, a estrutura da pousada também oferece piscina, bar, lounge, amplo jardim e internet wireless. Trocam trabalho, por hospedagem a pousada procura um viajante que saiba fazer reparos e trabalhe durante 4 horas por dia, com direito a dois dias de folga. Há vagas ainda para instrutor de ioga, que trabalhe por 1 hora e tenha uma folga por semana, além de recepcionista que fique disponível por 5 horas por dia, com direito a dois dias de folga.

Verifiquei no site, e a galera tem recebido muita proposta de voluntários, então eles estão reabrindo as vagas a partir de maio/ junho de 2016, então se fosse você já ia se planejando rs, porque esse lugar é LINDMAIS!

189774_211811045502096_6788010_n
Pousada Jacarandá

Serviço

Onde: Bahia

Tel: (073) 3668-1950

Facebook: facebook.com/pousadajacaranda

 

6. Cidade Baixa Hostel – Porto Alegre

O quarteirão mais boêmio da cidade, pode ser até difícil querer trabalhar, mas vai valer a pena. Comandado por uma família, o hostel precisa de ajudantes nas áreas de marketing, incluindo social media, fotógrafo, videomaker e desenvolvedor web, além dos serviços mais básicos como recepção, limpeza e alguém para o turno da noite.
DCIM103GOPRO
Cidade Baixa Hostel

Serviço

Onde:  Porto Alegre

Tel: (051) 3398-4648

Facebook: facebook.com/cbhostel

 

7. Arawak Jungle Hostel – Amazonas

Em Iranduba, mais precisamente na praia Acutuba – que fica no Rio Negro -, o hostel fica no meio da floresta tropical e se você busca paz, essa pode ser uma boa opção. Mas antes, é preciso trabalhar. Durante cinco horas por dia e com duas folgas semanais, o viajante pode ajudar a cuidar do jardim, do cultivo, da limpeza ou da arrumação. Moleza né?
12301750_1049090398475680_5407219718695318823_n
Arawak Jungle Hostel

Serviço

Onde:  Amazonas

Tel: (92) 9242-1032

Facebook: facebook.com/arawak.jungle

 

8. Lá em Casa Hostel – Belo Horizonte

Uma  casa onde  abriga os mochileiros em BH. Fundado por um casal que trabalha com cinema, a dupla precisa de ajuda em seus projetos,sendo assim trabalhos envolve arte, pintura e decoração, desenvolvimento web são necessários e, para quem não se envolve em meios artísticos, há vagas na recepção. São 24 horas de trampo por semana e três folgas.
10014703_1019976881386398_2479715111812607902_n
Lá em casa hostel

Serviço

Onde: Belo Horizonte

Tel: (031) 3653-9566

Facebook: facebook.com/LAemCASA.hostel.pousada

9. Guanaaní Hostel – Espírito Santo 

Na região central de Vitória, o simpático hostel numa casinha amarela preserva o design charmoso dos anos 1920. Entre as vagas de trabalho disponíveis são de recepcionista, e arrumação de quartos, somados em 38 horas semanais, o nível dos idiomas exigidos são iniciante em inglês e/ou português.
10600577_289441581261826_6362918231212900138_n
Guanaaní Hostel

 

Serviço

Onde: Espírito Santo

Tel: (027) 3233-4455

Facebook: facebook.com/guanaanihostel

10. Alma de Santa em Rio de Janeiro – Brasil

O hostel em Santa Teresa tem quarto disponível para aqueles que desejam e podem trabalhar em troca de hospedagem comida e roupa limpa. O espaço procura viajantes que fale inglês e português para a recepção durante 5 horas diárias durante a noite, com 2 dias de folga.

1441537_226320470875315_37831943_n
Alma Santa Hostel

Serviço

Onde: Rio de Janeiro

Tel: (021) 2135-3904

Facebook: facebook.com/almadesantaguesthouse

Bom é isso amigos, espero que tenham curtido, e estejam já preparando a mochila, pois agora desculpa de hospedagem é que não vai ser!

Essa é só mais uma forma de mostrar que nem tudo que nos impõe como obrigação de comprar para poder viajar é verdade, para viajar legal e gastar pouco é preciso de conhecimento, e pode deixar que tudo que for útil para nossas viagens saírem mais acessíveis e legais, eu vou compartilhar!

Um enorme beijo e até mais!

Kamuky Moyshy –  twitter: @_kamuky

22 anos, experimentadora, fotógrafa e blogueira cultural.

Larissa Rocha

22 anos, experimentadora, fotógrafa e blogueira cultural.

3 comentários em “Hosteis brasileiros que trocam hospedagem por trabalho

    • 9 de julho de 2016 a 10:30
      Permalink

      Que demais!! marque sim!

      Responder
  • 18 de maio de 2017 a 08:38
    Permalink

    Ótimo artigo, parabéns pela iniciativa. Fico feliz por ver esse tipo de atitude que tem como principal objetivo ajudar as pessoas.
    Sucesso!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *