Sem custo psicólogos tratam de viciados em internet

  O grupo Dependêncvicio da internetias Tecnológicas formado por seis psicólogos tratam de viciados em internet no Hospital das Clínicas em São Paulo, sem nenhum custo. A equipe teve início em 2006, após um ano de estudo voltado ao tema dependência.
“O grupo acontece por 18 semanas consecutivas e é destinado aqueles com idade superior a 18 anos. Inicialmente é feito uma pré-triagem e depois é realizado um proces
so de avaliação neuropsicológica e psiquiátrica.” Explica a psicóloga Sylvia Van Enck Meira, uma das colaboradoras. O site http://www.dependenciadeinternet.com.br/ dá todas as instruções ao dependente que deseja iniciar o tratamento.
Segundo o site um dos critérios para ser um viciado em internet é mentir aos outros a respeito da quantidade de horas conectadas, necessidade de aumentar o tempo on-line para ter a mesma satisfação e ter o trabalho e internet 33as relações familiares e sociais em risco pelo uso excessivo.
“No meu ambiente de trabalho, com adolescentes da rede pública estadual, percebo que a presença da internet pode ser tanto positiva quanto negativa. Tanto pode se transformar em uma ferramenta de pesquisa e estudo, quanto pode se tornar apenas uma fuga da sala de aula para ouvir música, jogar ou conversar, enquanto o professor fala sozinho.” Pondera sobre o tema, o professor Henrique Mogadouro da Cunha, graduado em Ciências Sociais pela FFLCH-USP.

 

Estudante de jornalismo e VideoMaker

Diego Queiroz

Estudante de jornalismo e VideoMaker

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *